Deveres do Convidado à Mesa com Etiqueta

Vasco Ribeiro - a Hora da Etiqueta
  • Evitar os pratos mais caros da carta/lista/ementa/menu;
  • Evitar os vinhos mais caros da carta/lista;
  • Não fazer caretas (comida quente ou fria);
  • Não encher o prato com comida em demasia;
  • Não deixar o vinho tal e qual foi servido, isto é, intocado;
  • Nunca encher o copo na sua totalidade, apenas deve a porção da bebida ocupar entre um terço a metade do copo;
  • Levar os talheres à boca e não baixar a boca até à comida, e comer de boca fechada sem fazer ruído a mastigar a comida e, ainda, não falar de boca cheia;
  • A boca deve ser limpa antes de se degustar o vinho;
  • Levantar o copo para beber qualquer que seja a bebida ao nível da boca sem que haja inclinação;
  • É proibido bater com os talheres no prato enquanto se aguarda pela comida;
  • Manusear os talheres corretamente, não brincando com eles e demais peças presentes à volta na mesa;
  • O pão nunca deve ser cortado à mesa com uma faca, pois come-se partido à mão, em pequenas porções, e não se molha o pão no molho, a menos que seja uma prática por todos aceite à mesa durante a refeição, sobretudo quando o molho é especial, e deve fazer-se de uma forma discreta;
  • À mesa nunca se deve virar o prato para se ver a marca do mesmo, quanto muito, por uma questão de curiosidade, pergunta-se de forma subtil;
  • Beber e comer com moderação e pausadamente, nada mais é desagradável do que ultrapassar os limites ditos normais e aceitáveis;
  • Evitar falar enquanto estiver com a boca cheia ou mastigar com a boca aberta;
  • Não utilizar palitos para os dentes, pois para além do gesto feio revela falta de educação;
  • Cortar a carne, despenhar peixe ou descascar marisco no sentido de fora de si, para o caso de ocorrer um incidente;
  • Não fazer ruídos a mastigar os alimentos, mais uma vez, o ruído torna-se incómodo e inoportuno;
  • O ritmo de mastigação deve ser comedido e regulado pelo ritmo dos restantes convidados ou hóspedes à mesa, para que não seja nem o primeiro nem o último a terminar a refeição;
  • Não se deve deixar comida no prato, denota um gesto indelicado;
  • Apoiar os antebraços na mesa e nunca os cotovelos;
  • Sentar-se com o tronco na posição vertical, direita, próximo da mesa, de costas encostadas à cadeira, com os pés pousados no chão sem que estejam apoiados nas travessas da cadeira (quando existem), e não deve nunca afastar a cadeira para trás para cruzar as pernas ou balançar a cadeira;
  • Não se distender nem sequer espreguiçar na cadeira, pois demonstra uma postura e conduta descuidadas;
  • Usar o guardanapo de pano desdobrado sobre o colo, protegendo-o, evitando quaisquer nódoas no vestuário;
  • No final da refeição, o guardanapo deve ser colocado sobre a mesa à direita do prato, caso seja retirado com a mão direita, mas se o guardanapo for retirado com a mão esquerda, este deve então ser colocado sobre a mesa à esquerda do prato, e em ambos os casos o guardanapo deve ficar sempre desdobrado. No entanto, se tiver, por uma razão muito especial, de se levantar ou para ir a um buffet depois de ter comido a entrada, deve deixar o guardanapo sobre a sua cadeira e não desdobrado na mesa;
  • Não falar com comida na boca enquanto mastiga os alimentos, revela falta de princípios básicos de educação;
  • Não sorver a sopa, caldo ou consommé, é despropositado e incauto este ato à mesa no decorrer da refeição;
  • Não soprar as iguarias quando demasiado quentes, opta-se por aguardar alguns segundos para que arrefeça um pouco mais;
  • Não fazer barulho com os talheres durante a refeição, pois o ruído torna-se inconveniente e muito pouco elegante;
  • Não palitar os dentes nem durante nem após a refeição, enquanto estiver à mesa; caso haja essa expressa necessidade, deve-se ir à casa de banho para resolver qualquer problema de pedaços de alimentos alojados nos dentes, com um maior à-vontade, não devendo comunicar aos restantes convidas o porquê e deve fazê-lo tão breve quanto lhe for possível;
  • Não levar a faca à boca, apenas o garfo ou colher, acima de tudo por uma questão se segurança e também porque a faca apenas é m talher de auxílio no corte de alimentos em porções mais pequenas, para que o garfo ou colher os possam levar à boca;
  • Cortar a carne, despenhar peixe ou descascar marisco no sentido de fora de si, para o caso de ocorrer um incidente;
  • Não fazer ruídos com os lábios a mastigar os alimentos, mais uma vez, o ruído torna-se incómodo e inoportuno;
  • O ritmo de mastigação deve ser comedido e regulado pelo ritmo dos restantes convidados ou hóspedes à mesa, para que não seja nem o primeiro nem o último a terminar a refeição;
  • Não de deve deixar comida no prato, denota um gesto indelicado;
  • Só se deve repetir qualquer que seja o prato caso o empregado de mesa passe novamente com a travessa, ou quando os convidados ou hóspedes se serviam livremente (buffet), e a refeição tenha um carácter informal;
  • Quando, no decorrer da refeição, se coloca uma nódoa no vestuário, acidentalmente, tentar disfarçar com naturalidade o sucedido é a postura mais correta, quando é o convidado ou hóspede o causador desta situação em si próprio, quando é este que a provoca sem intenção, deve apressar-se a pedir desculpa pelo descuido que cometeu e deve solicitar de imediato uma guardanapo de pano e água quente ou o tira-nódoas para remediar a nódoa;
  • Mesmo quando haja contacto direto dos dedos com algum alimento, jamais em momento algum, durante a refeição, os dedos sevem ser lambidos, pelo que revela uma falta de educação e dá uma péssima imagem e postura grosseira à mesa;
  • Durante a refeição não se deve fumar, só se admite esta prática após se pedir licença ao anfitrião e restantes convidados os hóspedes com que se está compartilhar a mesa, e nunca antes da sobremesa;
  • Evitar utilizar o telemóvel no decorrer do jantar, pois não é o momento adequado, não se está à mesa com uma ou mais pessoas para depois se estar à conversa com outra. Apenas se admite por motivos de extrema importância, e neste caso, avisa-se previamente o anfitrião desta necessidade. E atender uma chamada pressupõe-se que a mesma seja realizada tão breve quanto possível e, depois de terminada, deve o convidado pedir desculpa pelo sucedido.
  • Se for condecorado ou homenageado, não deve nunca falar na 1ª pessoa;
  • Terminada a refeição, deve deixar a cadeira conforme a mesma ficar quando se levanta, isto é, desordenada, e não colocada junto à mesa;
  • Não se levantar da mesa antes do convidado de honra.